Montreal: cidade de festivais e shows, seus bairros pitorescos

Exuberante, emocionante

Exuberante, emocionante

Montreal é uma cidade de múltiplas facetas, orgulhosa de seus contrastes. Segunda cidade de língua francesa depois de Paris, com 3,4 milhões de habitantes, a cidade é também um cadinho de culturas do mundo inteiro, como testemunham o mosaico de seus bairros e a diversidade de seus restaurantes. Seu rico patrimônio arquitetônico cobre quatro séculos de história, do regime francês à era contemporânea. Insular mas aberta sobre o mundo, Montreal é uma cidade efervescente e sempre pronta para festejar!


O Vieux-Montréal

O Vieux-Montréal

O barulho das caleches pode ainda ser ouvido nas ruas do Vieux-Montréal, entre as fachadas de pedra cinzenta dos prédios dos séculos XVIII e XIX. Pointe-à-Callière, o museu de arqueologia e de história, traz à luz vestígios de 350 anos de idade e constitui, com o Musée Marguerite-Bourgeoys, a melhor introdução à história da cidade. Bem perto, a basílica de Notre-Dame, de estilo neogótico, impressiona pela riqueza de sua decoração interior.


Vistas da cúpula

Vistas da cúpula

Do Mont-Royal, a vista da cidade é incomparável. A montanha está coroada por um parque magnífico e num de seus flancos se eleva o imponente Oratoire Saint-Joseph, que acolhe peregrinos do mundo inteiro. A vista da cúpula da torre de Montreal é também incomparável! A torre domina o Parque Olímpico, construído para os Jogos de 1976, seu imponente estádio e seu Biodôme, onde coabitam a fauna e a flora de quatro ecossistemas diferentes. Diante do Parque, o Jardin botanique, o segundo maior jardim botânico do mundo, expõe suas fabulosas coleções e serve de guarda-jóias para os pitorescos jardins chinês e japonês como também o Insetário.


Montréal-sur-Saint-Laurent

Montréal-sur-Saint-Laurent

Rodeada pelo Rio São Lourenço , Montreal é o mais importante porto da via marítima, que liga o Oceano Atlântico aos Grandes Lagos. Ela possui um esplêndido Vieux-Port formigando de atividades, cuja atração principal é o Centre des sciences, um vasto complexo dedicado à ciência e à tecnologia. O Vieux-Port oferece aos visitantes vários tipos de passeios fluviais: onde, além de Montreal, podemos embarcar para descer as corredeiras e desembarcar às portas do centro da cidade? Situado sobre duas ilhas no meio do rio, o Parc Jean-Drapeau propõe às famílias, tanto no verão como no inverno, diversas atividades ao ar livre como também um parque de diversões popular, La Ronde. É também neste parque que se encontra o Casino de Montréal.


Montreal, cidade única

Montreal, cidade única

A vida cultural de Montreal é o reflexo de uma criatividade exuberante. Os cinemas e as salas de espetáculos exibem programações diversificadas, enquanto que os bares, cafés e discotecas ficam abertos até tarde da noite. Fazer compras é também um dos prazeres de Montreal, reconhecida como capital da moda.

A cidade conta com cerca de trinta museus. Entre eles podemos mencionar o Musée des beaux-arts, o mais antigo museu de arte do Canadá, o Centre canadien d’architecture, reputado pela qualidade de suas coleções e exposições, e o Musée d’art contemporain, primeiro do gênero no Canadá. Ele se integra harmoniosamente ao complexo da Place des arts, cujas salas têm acolhido desde há cerca de quarenta anos todos os grandes nomes das artes cênicas e que é sede da Orchestre symphonique e da Opéra de Montréal como também dos Grands Ballets canadiens.


Uma cidade ativa

Uma cidade ativa

Montreal possui uma vasta rede de 600 km de ciclovias espalhadas por toda a ilha. Durante o inverno, enquanto que a patinação e o esqui de fundo são os destaques dos grandes parques da cidade, os friorentos permanecem bem protegidos na «cidade subterrânea», uma rede interior de mais de 30 km de que liga, graças a um metrô limpo e rápido, edifícios de escritórios, habitações, centros comerciais, hotéis, cinemas e restaurantes.

Vizinha de Montreal e insular como ela, a ilha de Laval é também uma área procurada por seus espaços verdes como, por exemplo, o Parc de la Rivière-des-Mille-Îles, suas paisagens campestres, e também seus importantes centros comerciais.


Uma cidade em festa

Uma cidade em festa

Em Montreal, o verão marca o ponto culminante do programa anual de festivais. Desde os primeiros dias quentes e ensolarados, se sucedem as grandes manifestações culturais e esportivas como, por exemplo, o International des feux Loto-Québec, um fantástico festival de arte pirotécnica; o Grand Prix du Canada, parte do campeonato mundial de Fórmula 1; o Festival international de jazz, que atrai mais de um milhão de espectadores, as Francofolies e o festival de humor Juste pour rire, também muito popular.